Marketplace

Marketplace é o local mais indicado para você estar nas principais plataformas de vendas sem investir muito. 

O que antes era tendência virou requisito básico para qualquer empresa. Apesar de ser uma ferramenta de vendas na internet, não é obrigatório que você tenha loja virtual. Essa é uma grande vantagem do marketplace, oferece todas as ferramentas necessárias para você começar a vender online imediatamente.

O markeplace é extremamente útil para pequenos empreendedores que não sabem como aumentar sua exposição, engajamento e tráfego sem gastar muito.

O que é marketplace?

Marketplace é um local onde os vendedores se concentram para disponibilizar seus produtos e serviços, tanto no ambiente virtual, quanto em estabelecimentos reais.

Marketplace é, na realidade, uma junção de palavras: market (mercado, em inglês) e place (lugar, em inglês). É, basicamente, um lugar onde se faz comércio. O termo, em sua essência, é usado tanto para mercados de rua e feiras, quanto para os mercados virtuais e de negócios.

O termo é mais usado para e-commerce colaborativo.

Existem alguns que são como um conglomerado de vendedores de produtos do mesmo segmento, vendem apenas eletrônicos, calçados ou apenas eletrodomésticos, por exemplo. Outros que são como uma espécie de feira, com vários departamentos em um único site.

Você pode ter acessar este “shopping virtual” de duas formas distintas: vendedor ou como comprador.

Se o marketplace for segmentado, o vendedor pode oferecer o produto específico daquele nicho e o comprador entra para analisar qual é a melhor oferta.

Se o marketplace engloba diversos itens, os vendedores podem ser de diferentes mercados, inclusive podem ofertar todos os produtos que trabalham. O comprador tem uma espécie de catálogo com todos os itens oferecidos. O pagamento é feito como se fosse para um fornecedor, e um único frete é pago.

Como funciona o marketplace?

Esse ambiente virtual reúne em um só lugar produtos de diversas lojas, além daqueles que são comercializados pela própria rede que oferece o espaço de marketplace.

Por exemplo, é possível encontrar na Amazon, produtos vendidos por eles e também outros comercializados por varejos menores. Além da venda dos produtos, o marketplace, muitas vezes, também se responsabiliza por gerenciar o pagamento e o frete do produto até o cliente final.

Por mais que não haja  investimento inicial é importante dizer que muitas dessas plataformas cobram uma comissão (em percentual) sobre cada venda realizada.

Ou seja, ao aderir a um marketplace você precisa considerar essa “comissão” em sua margem por venda.

Principais tipos de marketplace?

No mercado de marketplaces, existem alguns tipos diferentes, que têm foco em atuar com diferentes segmentos do mercado.

O primeiro são os negócios B2C, a sigla em inglês para Business to Consumer significa que nesse tipo de comércio, as transações acontecem entre uma empresa e o consumidor final.

Exemplos desse modelo são Netshoes, Casas Bahia, Dafiti, Amazon e Lojas Americanas.

Existem também os negócios Business to Business, ou B2B, que são empresas que vendem para outras empresas, CNPJ para CNPJ.

Entram exemplos como Nimbi e Alluagro.

Marketplaces Consumer to Consumer (C2C) têm foco em conectar compradores e vendedores para a negociação de itens de segunda mão ou novos com estoque limitado.

As plataformas que podem ser utilizadas aqui são Mercado Livre, OLX, Enjoei, entre outras.

Existem ainda as opções de marketplace de nicho, que podem ser interessantes para quem tem um produto que atende a um público muito específico. Exemplos: Instacarro, Parafuzo, Moda It e Iguanafix.

A Importância do Marketplace

Dificilmente você encontra uma empresa que não esteja na internet. Cada vez mais, os gestores estão atentos às mudanças dos consumidores em preferir comprar online do que ir pessoalmente às lojas.

Se a sua empresa não está online, sugerimos que você coloque isso no seu planejamento estratégico urgentemente.

Inserir o seu e-commerce em um marketplace pode potencializar os seus resultados de vendas. O marketplace proporciona um aumento na visibilidade e credibilidade da sua empresa, principalmente para empresas pequenas e pouco conhecidas.

Ao inserir a sua empresa em um marketplace, a pequena empresa pode se beneficiar com a publicidade do site para aumentar o tráfego e fazer com baixo custo de investimento em marketing.

Outro ponto interessante também é que não é necessário entender de programação, TI, o próprio site do marketplace cuida dessa área.

Outro ponto extremamente positivo é a escalabilidade que o marketplace proporciona. O gestor pode aumentar o portfólio e sempre mostrar novos produtos para os clientes.

Manter sua loja online também fica muito mais simples. Normalmente, a logística de um marketplace é mais prática, com facilidade na hora de criar os meios de pagamento, transporte e cadastro de produtos.

O marketplace é uma ferramenta benéfica para todos os envolvidos.

Por exemplo, para o administrador, além dos benefícios acima, é possível aumentar o faturamento através da comissão por venda.

O comprador tem uma gama enorme de produtos em um só site, facilidade de pagamento e frete único, além de preços mais competitivos.

Esses benefícios são os exclusivos para o marketplace.

Promoções e ofertas podem melhorar a visão do cliente em relação a sua marca, estimulando-o a comprar novamente.

Esse tipo de evento é mais simples de se organizar virtual do que fisicamente, e pode fazer com que um possível cliente compre pela primeira vez o seu produto devido aos atrativos, tornando-o um cliente fiel.

Outra possibilidade que o marketplace fornece é que a sua empresa esteja em mais de um local ao mesmo tempo. Se você selecionar 2 marketplaces que correspondam ao nicho do seu público-alvo você pode até dobrar o poder de alcance da sua marca.

Se você gostou, deixe seu comentário e curta também: Inbound ou Outbound, qual é a melhor estratégia de marketing para sua empresa?

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *